quinta-feira, 20 de junho de 2013

§






Eu, no fundo, não invento nada. Sou apenas alguém que se limita a levantar uma pedra e a pôr à vista o que está por baixo. Não é minha culpa se de vez em quando me saem monstros.





José Saramago






2 comentários:

I. disse...

Volta Saramago, o mundo precisa de ti.
Genial.

gonçal∅ incendiàrio disse...

Menos paninhos quentes. Mais dedos nas feridas.
Saramago, choramos a tua ausência.