sábado, 6 de julho de 2013

.





dizia aquele spot de rádio "palavras, leva-as o vento".
não chegam. vão e vêem conforme a corrente.
não sobrevivemos delas, porque se nos alimentam a alma mas são vazias de significado
mais tarde ou mais cedo vão acabar por nos deixar vazios também.
Não adiantam palavras se não temos acções.
Pior. Não adiantam palavras se temos acções opostas e contraditórias.

Aquele que um dia disse "quanto mais me bates mais eu gosto de ti", puta que o pariu.




segunda-feira, 1 de julho de 2013