terça-feira, 26 de julho de 2011

segunda-feira, 25 de julho de 2011

Para muita gente é pindérico, mas toda a gente tem defeitos. Eu acho que até tenho um gosto musical requintado, mas lá pelo meio, há espaço para a Toxic da Britney Spears e umas quantas musicas do Leonel Nunes. Cada coisa tem o seu momento próprio e eu consegui arranjar espaço para estas criaturas no meu espectro musical. Para além disso assumo aqui publicamente que sou fã do inicio de carreira dos The Gift. Gosto da voz dela, embora já tenha falado com essa criaturinha pessoalmente e ter descoberto que é uma nojentinha cheia de mania, aparte disso, continuo a gostar imenso da sonoridade daqueles dois albuns. Ainda me lembro de os ter descoberto, algures em 1998, num posto de escuta de uma dessas multinacionais.. Não tinham nada de pop nem de comercial. Aquele primeiro album marcou uma fase da minha vida e está directamente relacionado com alguém que conheci naquela altura. Porque é que falo disto aqui? Porque entrei na Fnac esta semana e descobri precisamente estes dois albuns deles, a preço da chuva, precisamente porque as capas dos respectivos devem ter apanhado alguma. Não resisti e trouxe-os para casa. Umas capas amachucadas mas dois LP's duplos a rodar na perfeição.


(Épico.)




Como sou um tipo pseudo-intelectual (de categoria B), no mesmo dia andei a passear-me até à caixa da Fnac com os dois LP's de The Gift e o De Profundis do Oscar Wilde.

quarta-feira, 20 de julho de 2011

Jogos em Cadeia

Para quem não sabe, eu e a Betadine partilhamos um T3 catita na zona de S. Bento. Apesar disso, não partilhamos da habitual comunhão de uma casa por razões que não são para aqui chamadas. A prova disto é que em vez de me perguntar "olha lá, o que é que andas a ler?", me manda mensagens subliminares pelo blog dela. Como eu sou um tipo fixe, aqui fica a minha resposta.

Assim, de pijama e depois de já ter tomado o anti-psicótico, aqui vai sem pensar muito:




1 - Existe um livro que lerias e relerias várias vezes?

Sem dúvida. Há coisas que revisito de tempos a tempos. Os mais frequentes são o Calvin & Hobbes, que para alguns não passa de livros com bonecos, para mim são verdadeiras lições de vida. Outro frequente, ao qual já lhe perdi a conta as vezes que o li é a "Loucura" do Mário de Sá Carneiro. Sou tão eu que até assusta. É óptimo para aquelas alturas em que me esqueço de quem sou, ao que ando e ao que vou.

2 - Existe algum livro que começaste a ler, paraste, recomeçaste, tentaste e tentaste e nunca conseguiste ler até ao fim?

Acho que sim mas foi algures na adolescência. Era tão entediante que já não me lembro ao certo qual foi... Outro foi um do Mia Couto à coisa de uns meses. Fiquei no primeiro capítulo.

3 - Se escolhesses um livro para ler para o resto da tua vida, qual seria ele?

Pergunta difícil. Ler o mesmo livro assim a modos que até morrer assusta um bocado. Tinha que ser um assim grandinho, talvez de contos. De forma a que pudesse ir alternando. Mas não me ocorre nenhum. Se tiverem alguma sugestão partilhem. Sinceramente não me ocorre nenhum dos que tenho na prateleira. 

4 - Que livro gostarias de ter lido mas que, por algum motivo, nunca leste?

Upa upa!!! Prometo que no Natal faço uma lista. Assim podem oferecer-mos todos de uma vez. ; )

5- Que livro leste cuja 'cena final' jamais conseguiste esquecer?

A Loucura do M. Sá Carneiro! Também partilho da Betânia em relação a'O Perfume.

6- Tinhas o hábito de ler quando eras criança? Se lias, qual era o tipo de leitura?

Lembro-me de ainda não saber ler e de a minha irmã me sentar ao colo dela e ler para mim. Lembro-me de em muitas fases da minha vida a minha irmã escolher livros para eu ler. Falava a experiencia de alguém mais velho a tentar puxar por mim. Deu imenso jeito. Li de tudo um pouco, d'Os Cinco, a'O Clube das Chaves, O Principezinho, BD. Quando era puto ía para a biblioteca lá da terrinha e devorava colecções de Lucky Luke, Asterix, e outras coisas do género. Também li a Lua de Joana, li uns quantos do Paulo Coelho (que por incrivel que pareça, em determinada fase da vida de uma pessoa, os recomendo vivamente!!!) mas nunca li Os Filhos da Droga.

7. Qual o livro que achaste chato mas ainda assim leste até ao fim? Porquê?

Quando são chatos, há uma altura em que os abandono...

8. Indica alguns dos teus livros preferidos.

ui... como já deu para reparar a "Loucura" é tipo "O" livro. O teatro completo da Sarah Kane vem a seguir. Depois na minha top list existem coisas como o Ensaio Sobre a Cegueira do Saramago, O Retrato de Dorian Gray do Wilde, os escritos do Rui Chafes, A Casa, A Escuridão e O Antidoto, ambos do José Luís Peixoto, As Cidades Invisiveis do Calvino, a colecção do Bairro do Gonçalo M. Tavares (o Sr. Henry é mega!!), ou comédias como O Hotel Lusitano do Rui Zink, Os Meus Problemas do MEC ou A Morte De Bunny Munro do Nick Cave. Tou a esquecer-me de montes deles, mas ficam aqui estes a guardar lugar...

9. Que livro estás a ler neste momento? 

neste momento estou em standby.. à procura do livro certo para o momento. também se aceitam sujestões e/ou empréstimos.

10. Indica dez amigos para o Meme Literário:

coisa dificil.
aqui vai:

flor-de-laranja; indigente andrajoso; SS; Fundo Garrafa; lebre do arrozal; sacana, T, e todos os outros que sentirem vontade de partilhar gostos e ideias.